A moda contra a tirania: elucubrações dos costumbristas argentinos do XIX

Rafael Mantovani

Resumen


O modo de se vestir é um aspecto absolutamente desimportante hoje nas análises de ciência política. Não foi sempre assim. Os estudos sobrea sociedade já se debruçaram sobre questões que hoje são ignoradas ou, mesmo, tidas como preconceituosas. Por exemplo, a frenologia, estudo de como o clima e a geografia influenciam na personalidade do homem e se esboçamnos seus traços físicos, se apresenta totalmente racista. Já a vestimenta, mesmo não tendo tidoum juízo de valor negativo, passou à insignificância.Para costumbristas, ou seja, estudiosos dos costumes e da exterioridade do ser, o modode falar, andar, vestir-se, trata-se de uma questão imprescindível para o desenvolvimento de uma sociedade. Demonstrar como era este pensamento na Argentina do século XIX é o intuito desteartigo.

Palabras clave


costumbrismo; moda; república; barbárie; civilidade; tirania

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.35305/tyd.v0i23.28

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.





ISSN Digital: 1853-984X

ISSN Versión impresa 1666-0714

Temas y Debates
Facultad de Ciencia Política y Relaciones Internacionales - Universidad Nacional de Rosario

Contacto: temasydebates01@gmail.com
Riobamba 250 Bis, Monoblock 1, Planta Baja, Secretaría de Investigación y Posgrado, 2000 Rosario, Argentina